Reservando as Passagens

Qualquer tipo de viagem com crianças, especialmente bebês, requer planejamento. Ir para o exterior ou para um lugar que esteja apenas a algumas horas de distância de casa pode se transformar em um pesadelo.

Minha experiência vem de viagens feitas com meus dois filhos e meu marido em menos de dois anos. Foram diversos voos: Cinco de ida e volta (Nova York-São Paulo-duas vezes, Nova York-Dublin, Nova York-Chicago, Nova York-Nova Orleans e três voos de ida dentro da Europa. Essas dicas podem ajudar mamães com filhos de todas as idades.

Reservar as passagens pode parecer uma tarefa fácil, mas pode trazer indesejáveis surpresas no dia da viagem.

O ideal é que você mantenha seus filhos na rotina diária. Aqui vão algumas dicas:

  1. Pense na hora da soneca ou na hora de dormir

    Compre a passagem considerando a hora da soneca ou a hora de dormir do seu bebê com o horário de decolagem do voo. Geralmente, a viagem acaba sendo mais tranquila se a criança estiver dormindo e não se sentir incomodada com a diferença e pressão, por exemplo.

    Se for para o exterior, verifique a diferença de fuso horário. Se forem apenas algumas horas, você deve tentar fazer seu bebê se adaptar ao horário de destino imediatamente, nem que para isso tenha que pular a hora da soneca e ir direto para a hora de dormir até o outro dia.

  2. Escolha seus assentos, mesmo se você precisar pagar um pouco mais por eles.

    Alguns passageiros preferem ficar na janela para dormir, outros preferem esticar as pernas assim que as luzes se apagam. Escolher seus assentos com antecedência permitirá que você tenha mais liberdade durante situações como trocas de fraldas ou choro excessivo. Se você sabe que seu filho não vai dormir, escolha o assento do corredor, para que você possa se levantar e andar quantas vezes quiser. Além disso, lembre-se que dependendo do número de crianças de colo você e seu acompanhante provavelmente não poderão sentar juntos. Isso por causa do número de máscaras de oxigênio por fileira. Portanto, reservando com antecedência, você poderá escolher dois assentos do corredor lado a lado ou um na frente do outro, por exemplo.

  3. Reserve seu moisés

    Muitas companhias aéreas oferecem um bercinho tipo Moisés. Caso tenha um bebê de colo, quando comprar sua passagem, solicite esse serviço. O número de bercinhos por aeronave é limitado e ele pode não estar disponível próximo a data da viagem. Se conseguir reservá-lo lembre-se de ter um cobertor para seu bebê e algo para forrar o bercinho. Geralmente esses itens não são oferecidos e seu bebê pode ficar com frio dentro do avião.

  4. Verifique que tipo de bagagem você pode levar.

    Dependendo do destino e tempo de viagem você poderá viajar com apenas um item de bagagem de mão mais um item pessoal. Eu fiz isso algumas vezes, mas foi durante o verão, o que significa menos peças de roupa e foi por um curto período de tempo (uma semana) de NY para Chicago. A maioria das companhias aéreas permite que você tenha um item pessoal por criança, quando você tem um bebê de colo ou com menos de 2 anos de idade. Algumas companhias aéreas incluem bagagem despachada no valor da passagem. Caso você não tenha essa opção, você poderá pagar extra e ter a opção de despachar uma mala. Se esse for o caso, comprando com antecedência geralmente fica mais barato do que resolver despachar uma mala no último minuto antes de embarcar.

Espero que essas dicas ajudem você a se preparar desde a compra da passagem para ter uma viagem mais tranquila!!

No próximo post vou explicar como fazer as malas e organizar itens necessários para crianças, sem ficar maluca!


Acompanhe All For Mommies para mais novidades!